sábado, 11 de dezembro de 2010

Solidariedade & Respeito

A dar se recebe, a respeitar se cresce
Dê sempre o melhor...E o melhor virá!
Às vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas...
Perdoe-as assim mesmo!
Se você é gentil, as pessoas podem acusá-lo de egoísta e interesseiro...
Seja gentil assim mesmo!
Se você é um vencedor, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros...
Vença assim mesmo!
Se você é honesto e franco, as pessoas podem enganá-lo...
Seja honesto e franco assim mesmo!
O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para outra...
Construa assim mesmo!
Se você tem paz e é feliz, as pessoas podem sentir inveja...
Tenha paz e seja feliz assim mesmo!
O bem que você faz hoje, pode ser esquecido amanhã...
Faça o bem assim mesmo!
Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante...
Dê o melhor de você assim mesmo!
E veja você que, no final das contas, é entre você e DEUS...
Nunca foi entre você e eles!
Madre Teresa de Calcutá

9 comentários:

Sonia Falcão disse...

Olá! estou seguindo! Gosto deste texto! Parabéns! bom domingo

Ricardo Veloso disse...

Olá Sónia,
Na verdade, quase todos os textos que aqui se encontram foram escritos por mim mas, como em tudo na vida, há excepções que não conseguimos evitar. A publicação de este texto da Madre Teresa era uma dessas excepções.
Beijinho e obrigado.

Sonia Falcão disse...

Esta de parabéns! vou ler com atenção todos os escritos!
Bom dia!!
bj

Ricardo Veloso disse...

Bom dia Sónia,
Vou ler e responder com carinho a cada um dos seus comentários. Espero que gostes do meu blog.
Beijinhos

Raquel disse...

...este texto foi uma boa excepção : ) Obrigada pela partilha!


"Qual é o lugar do homem? Onde os seus irmãos precisarem dele."
(Madre Teresa de Calcutá)

Ricardo Veloso disse...

Olá Raquel,

Fico feliz por registar a sua passagem por aqui. Espero que possamos trocar conhecimentos e experiências.

Abraço de Luz

Arkdoken disse...

Nossa!!! Que coisa mais linda! Só chegando ao final, e sabendo-se de quem vem as palavras, é que se compreende porque são ditas. Se todos entendessem isso: o certo, o propósito da vida é dedicarmo-nos mais aos outros menos a nós mesmos. Todos seríamos mais felizes. Que ser humano feliz, acredito, era Madre Tereza!

Ricardo Veloso disse...

Arkdoken,

Não tenho a mínima dúvida que ela era feliz, talvez mais do que o nosso imaginário possa pensar.

Abraço

M.SPA disse...

Perdoe-as assim mesmo!
Madre Tereza de CALCUTÁ FOI UM DOS GRANDES EXEMPLOS DE AMOR INCONDICIONAL...QUE BOM TERES COLOCADO ELA NO TEU BLOG...