sexta-feira, 19 de junho de 2009

Mágoas escondidas*

Há dias em que acordamos sentindo-nos de todas as formas, menos felizes. Nesses momentos, a confusão, a dúvida, a insegurança e sobretudo a incerteza caracteriza o nosso estado de Alma. De facto, dependemos das relações para nos sentirmos equilibrados. Somos seres relacionais e as relações têm o poder, a capacidade de nos dar o norte.
É difícil quando partilhamos a vida com alguém e nos sentimos sozinhos, sem ter com quem partilhar as nossas pequenas conquistas, principalmente quando essas pessoas não nos dão valor. Torna-se mais difícil quando não ouvem o nosso silêncio, quando não percebem que a nossa Alma precisa de desabafar. É difícil quando temos mágoas escondidas que não podemos partilhar. É difícil quando precisamos de alguém para nos amar!
De facto pode ser difícil, mas é nessas dificuldades que percebemos quais as nossas verdadeiras necessidades. Uma coisa é certa, esta é uma forma estranha de amar!
*Texto dedicado a uma amiga especial.

4 comentários:

Rita disse...

Depois de sabermos quais são as necessidades é só lutar por elas.
Força.
Beijinhos

Pedro disse...

As mágoas escondiadas sao por vezes dificeis de resolver..levam a uma insegurança profunda e dificil de relatar..para isso é necessário existir amigos...amigos de bom caracter...porque sem amigos na somos ninguem...Abraço garande pensador

Marlene disse...

Erradamente as pessoas escondem as suas mágoas, as suas dores, e com isso o sofrimento aumenta a cada dia. Lutar é a palavra de ordem, mas falar é acto de sabedoria.
Beijo enorme

Edgar Veloso disse...

Não devemos guardar as nossas mágoas, nem escondê-las, pois a única pessoa que estamos a enganar verdadeiramente somos nós mesmos.
Dá-lhe!