sábado, 9 de maio de 2009

Illusions...

Saber não ter ilusões é absolutamente necessário para se poder ter sonhos. Atingirás assim o ponto supremo da abstenção sonhadora, onde os sentimentos se mesclam, os sentimentos se extravasam, as ideias se interpenetram. Assim como as cores e os sons sabem uns a outros, os ódios sabem a amores, e as coisas concretas a abstractas, e as abstractas a concretas. Tudo se funde e confunde. Fernando Pessoa, in 'O Livro do Desassossego'

7 comentários:

Cristiana Antunes disse...

Gostei!... Continua assim... bjinho :)

Marlene disse...

Primeiro uma referência a esse grande Senhor Fernando Pessoa. Que orgulhosos devemos estar por ter esta riqueza cultural. Deixou-nos muito, mas aproveitamos poucos. Para mim sonhar é algo natural, indispensável ao crescimento, mas talvez tenhas razão quando sugeres que devemos sonhar com os pés no chão.

Sílvio disse...

Os sonhos parecem não ter limites, mas quando embatemos contra o limite deparamos que temos de parar para pensar.
Parabêns pelo teu blog é de uma riqueza intlectual extraordinária.
nunca pensei que tivesses uma reflexão de conhecimento tão profunda, abraço amigo, Ricardo Veloso.

paulo freitas disse...

sonhar é facil....dificil é concretizar os sonhos

Rita disse...

Não sei ser triste a valer

NÃO SEI SER triste a valer
Nem ser alegre deveras.
Acreditem: não sei ser.
Serão as almas sinceras
Assim também, sem saber?
Ah, ante a ficção da alma
E a mentira da emoção,
Com que prazer me dá calma
Ver uma flor sem razão
Florir sem ter coração!

Mas enfim não há diferença.
Se a flor flore sem querer,
Sem querer a gente pensa.
O que nela é florescer
Em nós é ter consciência.

Depois, a nós como a ela,
Quando o Fado a faz passar,
Surgem as patas dos deuses
E ambos nos vêm calcar.

'Stá bem, enquanto não vêm
Vamos florir ou pensar.
Fernando Pessoa

Pedro disse...

ilusões? À muitas sim e em muitas pessoas...pior é concretizar essas mesmas ilusoes em realidade.Para isso é preciso trabalhar muito...Abraço

Edgar Veloso disse...

As ilusões alimentam os nossos sonhos, mas a realidade tem que nos acompanhar para que os sonhos não se trasnformem num monstro que nos quer magoar.