sábado, 30 de maio de 2009

Caminhos vazios...

Há momentos na vida em que sentimos falta de algo, sem contudo sermos capazes de dizer o quê. Encontrei-me com esse estado hoje e aqui estou eu a partilhar. É sempre mais fácil falar de momentos marcantes pela positiva, aqueles carregados de emoção e energia, porém este veio carregado de sabedoria.
Somos dominados pela sensação de bem-estar. Buscamos essa sensação, incessantemente, numa busca permanente da sensação que nos deixa a sonhar, que quase nos faz voar.
Vagueio em mim mesmo. Busco respostas. A distância entre o meu corpo e os meus pensamentos é muito acentuada. Vivo momentos nos quais os sentimentos são difíceis de explicar. Não consigo pôr em palavras os sentimentos que me vão na Alma. Apenas sei que tenho que falar. Falar de quê? Porquê?
Aos poucos a mente clareia. Sinto um vazio. Um vazio daqueles que não é desagradável, mas um vazio daqueles que nos mostram que há falhas na nossa vida, falhas que têm que ser preenchidas. Hoje, estou a sentir isso ou talvez hoje esteja a ver que tenho necessidade de preencher esses vazios de suprir essas lacunas. Talvez esteja a verificar que há espaços em mim que quero preencher. Será esse o caminho? Será que temos que estar completos? Será que essa necessidade, que por vezes sentimos, é a luz que nos ilumina e nos mostra o caminho, que devemos seguir ou será que esse é o caminho para o qual não devemos partir? Talvez a minha Alma veja aquilo que o meu corpo não vê...

5 comentários:

Rita disse...

As vezes parece que temos a alma num lugar bem longínquo do tempo. Mas um dia reencontram-se

Elizangela disse...

Olá...gostei muito do que vc escreveu... :)
Beijosssss

Pedro disse...

Por vezes caminhos vazios nao significam desespero..fim da linha ou algo parecido...esses " caminhos vazios" ensinam nos muitas das vezes a ser mais maduros...mais seres...mais trabalhadore...mais humildes...mais criadores...ou seja mais do que podemos ser em que cada dia que passa...gostei...Abraço

Marlene disse...

Os caminhos vazios ou perdidos como por vezes dizemos não são fáceis de superar, mas com esforço e capacidade de sofrimento acabamos por alcançar o que queremos.
Bjs

Edgar Veloso disse...

Nenhum caminho é longo quando um amigo nos acompanha. Não tenhas a minima dúvida disso.